glu

fevereiro 2012

Educadora Blues
O Educadora Blues traz o álbum Rock & Roll Party – Honoring Les Paul de Jeff Beck.



  • Blues Jam com Flávio Guimarães (RJ) e convidados

    Em clima descontraído, o membro fundador da banda Blues Etílicos recebe diversos convidados como Steve Guyger, Ivan Márcio, Little Will, Márcio Abdo e Alex Dupas, para uma jam session de blues. Os gaitistas serão acompanhados por Humberto Zigler (bateria), Marcos Klis (baixo) e Thiago Cerveira (guitarra). Choperia.

    http://www.sescsp.org.br/sesc/programa_new/mostra_detalhe.cfm?programacao_id=215588
Rua Clélia, 93, 5042000 Água Branca, São Paulo, SP
  • m MARÇO, todo sábado tem TIC TAC JOE no CLUBE DO MALTE Curitiba!
    *(exceto 31/03)

    - Clássicos do ROCK em versão acústica
    - As melhores CERVEJAS
    - CARDÁPIO de dar água na boca

    E pra quem tá com a grana curta...
    - DOUBLE CHOPP enquanto rolar o som da Tic Tac Joe!

    * * * * * * *

    03 de Março, 20h

    CLUBE DO MALTE
    Rua Desembargador Motta, 2200
    3014-9313 | www.clubedomalte.com.br


    * * * * * * *

    Curta a nossa página para receber nossas atualizações:
    https://www.facebook.com/tictacjoes

    www.tictacjoe.com.br



A DB está em estúdio nas gravações do novo álbum, que será lançado no final do ano. Enquanto o tempo não passa, lançaremos dois EPs, no primeiro e segundo semestre de 2012, com 5 faixas cada. O primeiro já esta chegando às etapas finais e você pode conferir as fotos de todas as sessões de gravação em nossa fanpage do Facebook: http://t.co/ZURom3Xm
Pra cada sessão, publicamos dez fotos, pra você sentir um pouco do que vem por aí.
Ainda não conhece a DB? A hora é agora! Baixe nosso primeiro EP em nosso site oficial. É grátis e acompanha Encarte Virtual: www.DistintivoBlue.com

Ficha Técnica
Câmera: Lavus Bittencourt
Edição e produção: I. Malforea
Gravação: 26/02/2012


DB em estúdio - 26/02/2012
Veja o álbum de fotos das gravações AQUI
Foto: Lavus Bittencourt



http://www.blogdoanderson.com/v2/wp-content/uploads/2009/12/SOMDATRIBO.jpg
Aumente o som e ouça em tempo real O Som da Tribo de hoje.

O Som da Tribo é um programa independente, com mais de 15 anos de existência. Transmitido todos os sábados, das 19h às 21h pela 96FM (Vitória da Conquista-BA, cidade-natal da Distintivo Blue). Focado no rock, mas sem fechar os olhos para outros gêneros considerados alternativos, é um dos grandes parceiros da DB. Comandado por Miguel Côrtes, possui vários colaboradores, incluindo o nosso site.
Clique AQUI para ouví-lo em tempo real.
I. Malforea, vocal e produtor da DB

Hoje é um dia especial: nosso Joe-Vocal Malfón completa mais uma era. Vamos comemorar. Parabéns, Joe, e muito sucesso pela frente!


A Cidade Jazz & Blues ficou lotada nos quatro dias de Festival na serra.Foto: Chico Gadelha

Festival Jazz & Blues desce a serra

O Carnaval já passou, mas o Festival Jazz & Blues continua! Foram quatro dias inesquecíveis em Guaramiranga, com o melhor da música em meio à natureza estonteante do Maciço de Baturité, além de oficinas, palestras, bate-papo com os artistas e mais. E para dar um gostinho a mais desta edição para quem participou e uma mostra para quem não pôde ir à Guaramiranga, o Festival Jazz & Blues desceu a serra e leva sua programação à Fortaleza e Sobral.

Na Capital, os shows acontecem de 24 a 26 de fevereiro no Teatro Via Sul, Cuca Che Guevara e Anfiteatro Flávio Ponte, na avenida Beira Mar. Destes, apenas os shows do Teatro Via Sul, às 21 horas de cada dia, serão pagos. Os ingressos estão à venda no local. Em Sobral, o Festival faz seu palco no histórico Theatro São Joãocom shows gratuitos no dia 25 de fevereiro.

É também com muito prazer que o a Via de Comunicação e Cultura, patrocinadores e parceiros recebem o público, que vem de todo o país, para apreciar a boa música nesse paraíso serrano e comemorar conosco mais uma edição. Turistas, viajantes, veranistas e moradores do Maciço de Baturité, sejam todos bem-vindos ao 13º Festival Jazz & Blues!

Atrações em Fortaleza

Quem viu os shows em Guaramiranga deve estar tentado, se é que já não garantiu o ingresso, para ir aos shows do Teatro Via Sul. O primeiro show será na sexta-feira, dia 24, às 21 horas, com o Gadi Lehavi Trio. Liderado pelo pianista adolescente Gadi Lehavi (Israel), o grupo dá uma aula de jazz, com três jovens virtuosos improvisando e engatilhando uma seleção fina no repertório. Os jovens são as grandes promessas do jazz hoje, apadrinhados por ninguém menos que Ravi Coltrane, saxofonista de referência do Jazz em Nova York, filho do lendário John Coltrane.

No sábado, dia 25, tem o violinista cubano Omar Puente às 21 horas também no Teatro Via Sul. Um verdadeiro showman, Omar levantou o público de Guaramiranga por quase duas horas, cantando, tocando e colocando todos para dançar ao som de grandes clássicos da música latina. Extasiado, o público foi ainda presenteado com uma versão de Canteiros, do cearense Fagner, em que Omar chegou a cantar, arriscando-se no português, e de Asa Branca.

Além dos shows no Teatro Via Sul, o Festival Jazz & Blues promove ainda em Fortaleza shows GRATUITOS do carioca Danilo Caymmi e do cearense Cainã Cavalcante. Na sexta-feira, dia 24, às 19h30, no Cuca Che Guevara, na Barra do Ceará, Danilo Caymmi faz um duo de flauta e violão com seu parceiro e maestro Flávio Mendes. No domingo, ele encerra a edição 2012 do Festival com show no Anfiteatro Flávio Ponte (Beira Mar). Acompanhado de sua banda, ele apresenta o repertório de Alvear, seu último disco. A programação no local começa às 18h, com show de Cainã Cavalcante. Ele foi uma das revelações deste ano no Festival, se apresentando-se com banda no palco da Cidade Jazz & Blues na terça-feira e ministrando oficina de violão para os alunos das Residências Artísticas.

Tem Jazz & Blues também no interior

O Festival Jazz & Blues desce a serra e vai até Sobral após o Carnaval levando uma das atrações mais aguardadas desta edição: Gadi Lehavi Trio e o mestre Ravi Coltrane. Eles se apresentam no sábado, dia 25, no Theatro São João, levando o que há de melhor no jazz mundial para os fãs do estilo na região norte do Estado. O show é GRATUITO. A abertura fica por conta do grupo Sobrajazz.

Curtas

Ingresso no Teatro Via Sul
O Festival Jazz & Blues desceu a serra e é hora de aproveitar a programação em Fortaleza e Sobral. Os ingressos para os shows de Omar Puente e Gadi Lehavi Trio com Ravi Coltrane já estão à venda na bilheteria do Teatro Via Sul Shopping (única programação paga). Gadi Lehavi Trio com Ravi Coltrane se apresentam na sexta-feira, dia 24, e Omar Puente no sábado, dia 25. Mais informações pelo telefone (85) 3262.7230.

Loja Jazz & Blues pela internet
Sabe aquela lembrança do Festival Jazz & Blues que você viu na Loja Oficial em Guaramiranga, não comprou e se arrependeu? Não precisa esperar pelo Festival do ano que vem. Durante todo o ano os produtos são vendidos sob encomenda! Você pode entrar em contato pelo facebook ou email da lojinha:
Facebook: http://www.enviomailmkt.com.br/link/?go=b24a7b709e22ae35b49daec129d7dc3f-10000-77951
Email: lojaoficial.jazzeblues2@gmail.com

Programação

Em Fortaleza
Sexta-feira - 24 de Fevereiro

19h30: Danilo Caymmi e Flávio Mendes (violão) (RJ)
Local: Cuca Che Guevara.

21h: Gadi Lehavi Trio (Israel) convida Ravi Coltrane (EUA)
Local: Teatro Via Sul
(Ingresso: R$ 40,00 inteira e R$ 20,00 meia)

Sábado - 25 de Fevereiro

21h: Omar Puente (Cuba)
Local: Teatro Via Sul
(Ingresso: R$ 40,00 inteira e R$ 20,00 meia)

Domingo - 26 de Fevereiro

18h: Cainã Cavalcante e banda (CE) Danilo Caymmi e banda - Show Alvear (RJ)
Local: Anfiteatro Flávio Ponte (Beira Mar).

Em Sobral
Sábado - 25 de Fevereiro

21h: Sobrajazz (Sobral Gadi Lehavi Trio (Israel) convida Ravi Coltrane (EUA)
Local: Theatro São João.


Este texto não foi escrito pelo DistintivoBlue.com e é de inteira responsabilidade da produção do evento.

Fonte: Festival Jazz & Blues



A data é 11 de agosto de 1938. Na cidade de Greenwood, no estado do Mississipi, o povo aguarda a presença do homem que dizem ter vendido sua alma ao diabo. O ruído do trem aumenta conforme ele se aproxima da estação. A antecipação de alguns moradores acompanha o volume do barulho que ressoa do trem.
Muitos temem a presença deste homem, muitos admiram a sua música. Algo estranho paira no ar, enquanto pessoas aguardam a chegada do homem misterioso na própria estação de trem. Um último suspiro vindo dos freios do trem marca a parada total nos trilhos. Jovens, adultos, homens e mulheres desembarcam na cidade. Porém, aquele que era aguardado com temor de uns e admiração de outros não desceu de nenhum dos vagões.
O bar “Three Forks” já anunciou o concerto deste artista “infernal”. Ao passear pela rua é possível ouvir alguns comentando: “ele toca de costas para o público, para não mostrar o olhar demoníaco que surge para ajudá-lo”. Muito é dito, boatos são contagiosos como a gripe, mas a única certeza que todos tinham é que o gaitista Sonny Boy Williamson acompanhará o artista que dizem ser associado a Lúcifer.
O trem que deveria trazê-lo já chegou, todos desembarcaram, mas o guitarrista não desceu. Este fato fez grande parte da população local imaginar diversas histórias do que poderia ter ocorrido: “Será que o demônio finalmente cobrou sua dívida?”
Apenas o jovem Sonny sabia o paradeiro dele, mas resolveu não contar a ninguém. Todo aquele alarde foi dando visibilidade ao show, enquanto todos imaginavam quando o guitarrista chegaria, ele se escondia na cama de uma mulher casada na parte sul da cidade.
Em poucos dias, eles tocariam no bar Three Forks e com tantos boatos sobre o bluesman, que gravara algumas músicas em 1936 e 1937, o show ficaria lotado. Estas canções teriam sido gravadas com um dom oferecido a ele diretamente pelo Satanás, em uma encruzilhada da Highway 61 com a Highway 49. Ele portava seu violão, esperou até um pouco antes da meia-noite. Quando o relógio ficou com os ponteiros juntos no número 12, o Diabo surgiu e tocou-lhe o ombro. Ele sabia que era importante não olhar para o Demônio, que pegou seu violão, tocou algumas músicas e devolveu o instrumento. Com este simples gesto o acordo foi feito.
Finalmente chegou o dia do concerto e muitos da cidade estão animados, muitos estão apavorados e todos aguardam por algo diferente. O bar está lotado, Sonny aguarda a presença do polêmico guitarrista olhando para as pessoas presentes no Three Forks. Sua atenção está em um homem de aparência bruta, suado e com cara de poucos amigos. Aquele homem não lhe é estranho.
Robert Johnson entra no bar, segurando seu violão na mão esquerda. Ele pede um uísque para o barman e olha ao redor. Rapidamente percebeu que o olhar de todos está voltado para o bar de madeira antiga onde está sentado. Ele termina seu uísque e chama seu amigo Sonny Boy Willamson para começar a tocar.
Após três músicas, Sonny repara que aquele homem de aparência bruta, que chamou sua atenção antes do show, despejou algo na bebida de Robert e tenta avisá-lo. Porém, Johnson não lhe dá ouvidos e toma o drink envenenado.
Três dias depois da intoxicação descobriram que o homem que o envenenou era marido da mulher que Robert dormiu alguns dias antes da apresentação. Johnson se recuperou do envenenamento, mas com o corpo debilitado acabou falecendo de uma pneumonia. Era o fim do mestre do blues que diziam ter vendido a alma ao Belzebú.

Luciano Bonagura

Jornalista, crítico musical, percussionista e amante de uma cerveja bem gelada com os amigos no bar. Usa da razão e da paixão para apreciar uma boa música e transcrever seu significado.

Website:www.portalpera.com/capa/Blogs/Blog-Luciano-Bonagura.html


http://www.vakinha.com.br/Images/Events/default.jpg
Que tal ajudar nossa vaquinha?

Não é novidade que carregar a bandeira do blues no Brasil é um trabalho difícil, que é árduo encontrar patrocinadores, principalmente por muita gente sequer saber o que é o gênero musical vindo do Mississipi. Só que adotar a postura do "coitadinho" não é bem a nossa praia. Sabemos das dificuldades e assumimos essa missão porque amamos de verdade o blues.
A internet se tornou a grande aliada dos artistas rotulados como independentes ou alternativos. Como possuimos uma relação sem intermediários com vocês(o público) podemos interagir melhor e torná-los ainda mais presentes em nossa vida. Por isso decidimos lançar uma campanha no site Vakinha.com.br com o simples objetivo de gravarmos uma música que entrarará em nosso primeiro álbum(segundo CD). O site possibilita que vocês façam doações de qualquer valor acima de R$5,00(cinco reais) através do PagSeguro, serviço de pagamentos online do UOL. É tudo muito simples: a doação pode ser por cartão de crédito, débito em conta, boleto bancário, o que você preferir.
Como gratidão enviaremos uma cópia da música para cada um dos colaboradores, juntamente com um manuscrito personalizado de agradecimento. Além de, claro, colocarmos o nome de cada um nos agradecimentos, no encarte do CD. Se você gosta do nosso trabalho e gostaria de colaborar de forma direta esta é uma boa opção. Contamos com vocês e seremos eternamente gratos.

Por favor, divulgue