glu

abril 2010

CD Willie Dixon - I Am the Blues
Willie Dixon - I am the blues (1970)

Olá, após um tempo ausente está de volta a seção ÁLBUM DA SEMANA. Conforme prometido no PODCAST DBWR, hoje trazemos a você o maravilhoso álbum I Am the Blues, do Willie Dixon. Esse cara está entre os maiores nomes do blues mundial, não pela sua voz ou pelo seu trabalho como baixista, mas como compositor. Escreveu canções para ninguém menos que Muddy Waters, Howlin' Wolf, Etta James, Little Walter, entre muitos. Além disso foi regravado (e plagiado) por nomes como Rolling Stones, Jeff Beck Led-Zeppelin. É um nome que pode sem sombra de dúvida ser colocado ao lado de nomes como Robert Johnson no hall da fama do blues.
Este álbum, lançado em 1970, conta com seus principais sucessos, como Spoonful, gravado por Howlin' Wolf e Hoochie Coochie Man, or Muddy Waters. Recomendo também que assista ao filme Cadillac Records, pra entender melhor o clima da época. Por hoje é só. Mais uma vez sugiro que ouça o álbum com a calma que ouviria se estivesse com o vinil em mãos. Resista à tentação de baixar trocentos discos do Dixon, sendo que muito provavelmente não escutará nenhum com atenção. Você tem uma semana para degustar o álbum. Até semana que vem.

Setlist:

1. Back Door Man
2. I Can't Quit You, Baby
3. Seventh Son
4. Spoonful
5. I Ain't Superstitious
6. You Shook Me
7. (I'm Your) Hoochie Coochie Man
8. Little Red Rooster
9. Same Thing

Clique no link abaixo para baixar:

http://op3cyg.blu.livefilestore.com/y1pDf26ZO9g0VvidEBRAHUPQormiBbh-0OPhusWfPTLBmo3vs-tXAiIY15iOINCgEKCH16zFfCZ77O8CdgwDSsZyqy-u_hHKYmG/GetAttachment.aspx2.jpg

Olá amigos do Blues!
Infelizmente a Confraria do Blues está parada temporariamente devido
a paralisação do Believe Clube de Musicos para uma reforma mas
informamos que faremos algumas Confrarias itinerantes e em breve
estaremos divulgando datas e locais.

Enquanto isso o Blues não pára com shows palestras e outras novidades.
Nesta terça-feira, 27/04, e em todas as últimas terças do mês no
Instituto Cultural vai rolar a palestra "Histórias do Blues" com o
cronista musical inglês Robin Clein, veja detalhes em anexo.

Na quarta, 28/04, vão acontecer duas coisas bem bacanas referentes ao
Blues primeiro às 20hrs no Theatro São Pedro onde acontece a entrega
do Prêmio Açorianos de Musica 2010 onde dois grandes musicos do Blues
gaucho estarão concorrendo na categoria Blues/Jazz: Oly Jr. como
melhor compositor, melhor intérprete e melhor do disco e Ale Ravanello
na categoria melhor intérprete. Muita sorte aos dois e que venham cada
vez mais indicações nos próximos anos.

Está rolando desde o começo de abril o "Programa da Confraria do Blues
na internet" na Rádio Web Putz Grila. Rola toda Quinta-feira das 19 ás
21 hrs no endereço: www.radioputzgrila.com.br com duas horas de muito
blues e novidades do estilo vindo do Mississippi com Sergio Selbach,
Zé Carlos Andrade e Marcelo Pimentel.


E ainda na quarta, 28/04, no Divina Comédia Pub às 21hrs vai rolar o
show da banda Último Vagão tocando o melhor do Eletric Blues de
Chicago. O bar é climatizado e aceita todos os cartões de crédito.

PROJETO DIVINA BLUES

28 DE ABRIL, QUARTA, 21HRS

ÚLTIMO VAGÃO BLUES BAND

DIVINA COMÉDIA PUB
RUA DA REPÚBLICA, 649 - CIDADE BAIXA, ESQ. JOÃO ALFREDO

INGRESSOS: 12,00 MASCULINO E 8,00 FEMININO
http://op3cyg.blu.livefilestore.com/y1p4DKu4qfEGa0on402zo8CpKLfwFWlllmZB3f2gJ5g_o9EOW0FdEWoQ5t5psPC8Xur1mOX1gQR8c_kMANA12P7xMmArUhlM6Sg/GetAttachment.aspx3.jpg



Jamie Foxx - Hit the Road Jack(Ray)
http://1.bp.blogspot.com/_y60Fm8DZYRU/Srf8dyCYcGI/AAAAAAAAAuw/PaG0SvUaN3s/s320/MICROFONE+02.jpg
Distintivo Blue participa de programa em rádio local

A DISTINTIVO BLUE participou da estréia do programa Cult Mix, na UESB FM, em Vitória da Conquista-BA. No programa, Plácido Mendes(I. Malforea) respondeu a perguntas e indicou músicas para os ouvintes. No link abaixo você pode conferir a participação na íntegra:

http://www.jazzstyles.com/artwork/evans.gif
Bill Evans

“Big Gilson, orgulho do blues nacional” (Bernardo Araújo, Jornal O GLOBO) volta ao Brasil para finalmente lançar seu último CD SENTENCED TO LIVING pela Blues Time Records, em sua cidade, Rio de Janeiro, após o sucesso deste álbum na América do Norte, Europa e em todo o Brasil.

“Excelente álbum – bem produzido, excelentemente bem arranjado e divertido”Michael Verity – BLUES REVUE MAGAZINE (USA) – 2010.


Sentenced to Living é o décimo terceiro CD da carreira de Gilson, sendo os quatro primeiros com a extinta BIG ALLANBIK da qual foi fundador e os nove seguintes solo, que lhe renderam não só uma sólida carreira nacional, mas também o reconhecimento internacional de público e crítica.

Além de já ter dividido palco, em suas turnês, com nomes ilustres do blues-rock internacional, como Johnny Winter, The Animals, Canneed Heat, Steve Crooper, Johnny Rivers (70.000 pessoas), Steve Winwood (Brazilian tour), Micky Moody (Whitesnake), Magic Slim, Tab Benoit, Walter “Wolfman” Washington, Correy Harries e duas vezes o mestre B.B. King entre outros,

Neste álbum, ele retrata seu descontentamento com o mundo atual, repleto de injustiça social, guerras, falta de saúde e educação nos países mais pobres. Por isso, ele diz que assim que nascemos já estamos Condenados a Viver - SENTENCED TO LIVING.

“ Esse CD deve cimentar sua reputação como uma das melhores representações desta roupagem blues-rock, do norte ao sul do equador” Al Kirkcaldy, jornalista Canadense

Big tem o apoio inédito a um artista brasileiro, pela maior e mais tradicional fábrica de amplificadores, a inglesa MARSHALL.



Por tudo isso, é hoje considerado pela crítica e público, um dos melhores em atividade no cenário blues.

Sua banda, a BLUES DYNAMITE é composta por:

GIL EDUARDO: Um dos pioneiros do blues no Brasil, tendo fundado e tocado nos cinco primeiros álbuns do Blues Etílicos. Com certeza um dos maiores bateristas do gênero.

FLAVIA COURY: Acaba de se juntar a “gang”, trazendo com seu baixo Fender, toda a grande bagagem musical que possui. Atua também nas bandas DOIDIVINAS E AUTORAMAS.


SERVIÇO:

Sábado, 24 de Abril de 2010
Rio Rock & Blues Club a partir das 22h show às 23h
Rua do Riachuelo 20 – Tel. reservas: 3684-109 – INGRESSOS a R$20 - LISTA AMIGA A R$ 15 para os 50 primeiros que enviarem email para: news@biggilson.com

Miles Davis & Marcus Miller
- Tutu
http://bipsonar.files.wordpress.com/2009/04/crumb.jpg
Capa do livro BLUES, de Robert Crumb, lançado no Brasil pela editora Conrad
http://api.ning.com/files/YGOaHH2u2CyblzkzfYTww*E5nYsB0Uiq1tGSfNIsLN02YwplZhIUcyFZWxf84AGP2ystBT4rkU309sJoXvo2bQGqPR3dQjLG/BluesForSalvador.jpg?width=520

Clube de Patifes se apresentará no feriado

Dia 21 de Abril, acontece o primeiro FERVURA, aquecimento para o Festival Feira Noise com as bandas:
.
NEVILTON(PR) - http://www.myspace.com/nevilton
MINIBOX LUNAR (AP) - http://www.myspace.com/miniboxlunar
CLUBE DE PATIFES - http://www.myspace.com/clubedepatifes
CALAFRIO - http://www.myspace.com/calafrio
.
.
DATA: 21 DE ABRIL
LOCAL: BOTEKIN TEMATIC BAR – AV. JOÃO DURVAL CARNEIRO S/N – Próximo ao Antigo Bingo Feira.
FEIRA DE SANTANA - BA
HORÁRIO: 17 H
Ingessos: Antecipados R$ 8,00 à venda no Shopping Boulevard

Miguel Côrtes fala sobre O Som da Tribo

Já está disponível para download O SOM DA TRIBO desta semana. Confira!
O Som da Tribo - 17 de abril de 2010.mp3

http://parlereve.files.wordpress.com/2009/03/jazz1220216627.jpg
Dois shows de Jazz neste final de semana, na Livraria Cultura

DataDia 16 de abril de 2010 (sexta-feira) às 20h00

Músico/BandaTraditional Jazz Band

LocalLivraria Cultura Shopping Villa-Lobos

Seu ingresso para o show é 1kg de alimento não-perecível.


DataDia 17 de abril de 2010 (sábado) às 18h00

Músico/BandaQueentet Jazz

LocalLivraria Cultura Shopping Villa-Lobos

Seu ingresso para o show é 1kg de alimento não-perecível.





P

Antes de imprimir tenha em mente seu compromisso com o MEIO AMBIENTE!



http://op3cyg.blu.livefilestore.com/y1p-rld5yC87tULrxLy_Wh57Ain7L_QtIYrrds66iPD0zLEzFvYwvjm5n9jVny4oZXbdkmRj1EGLMRD2CxGpXb9u3zmqtdeWjIZ/Podcast%20logo1.jpg
Olá! Mais uma novidade no blog. A partir de hoje publicaremos periodicamente podcasts sobre temas relacionados ao blues e ao jazz. O Podcast DBWR é parte de um projeto maior que iniciaremos em breve. Hoje vamos ouvir 4 versões da música "You Shook Me", do Willie Dixon, mais conhecida por sua versão do Led-Zeppelin. Confira!
http://1.bp.blogspot.com/_Qk3zOCZm0X8/S8S6UuGg0KI/AAAAAAAABE0/FBR2sonjIZo/s1600/LaGrecaJazzEtc.jpg
Clique no Flyer para melhor visualização
http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAAKwD55OFkt2AqaXqWIYR_Nc6Hee1Gy3Y4iXLi7-cVBPduY7gXhRUxijnHUCDPGL7WCpfY6EUO2KcWg76FD_z0Q8Am1T1UEbf7MupKjPlCmQZLClWv7pGBmvj.jpg

*Dia: 14/04 - Larry McCray & Blues Special Band, Jefferson Gonçalves & UpTown Band - Garanhuns Festival
Hora: 21:00h
local: Spirit Music Hall - Rua do Futuro - 821 - Aflitos - Recife - PE
Info:www.spiritbar.com.br

**Dia: 16/04 - Jefferson Gonçalves Quarteto Acústico
Hora: 20:00h
local: Ação Rural de Lumiar - Rua Guilherme Henrique Spitz, s/n - Lumiar - Nova Friburgo - RJ
Info: EVENTO GRATUITO

***Dia: 18/04 - Donny Nichillo, Jefferson Gonçalves & UpTown Band - Iº Fest Bossa & Jazz
Hora:
Local: Vila Hall - Hotel Vila do Mar - Via Costeira - Natal - RN
Info: 84 - 3081.5760/ 9131.2646 / 8833.4343
http://op3cyg.blu.livefilestore.com/y1pEGc6qCvB4xFUI0WpTuI7yP2rZWks9GkeEloifkwDEUWiaXMx6JlmAiYrNs0bX8qEMg2RiDj3u_hWUeAgQhBrK0m4bFTd9SzP/HOODOO%20BLUES%2014%20ABRIL.JPG
Nessa quarta mais uma grande noite de Blues no Divina Comédia Pub dessa vez com a banda Hoodoo Blues. Lembrando que a função começa as 22 hrs e o Pub é climatizado e aceita todos os cartões de crédito..
A banda Hoodoo Blues é uma das bandas mais atuantes da cidade executando grandes clássicos do rock e do blues de nomes como Eric Clapton, B.B. King, Buddy Guy, Credence Cleawater Revival entre muito outros. A banda conta com Rodrigo Mohr nos vocais, Humberto Maciel na guitarra, Fabiano Scheffer na bateria, Algeci Junior guitarra e vocal, Marcio Carvalho na harmônica e Felipe Koehn no baixo.

Saiba mais da banda em: www.hoodooblues.com.br

PROJETO DIVINA BLUES

14 DE ABRIL, QUARTA, 21 HRS

HOODOO BLUES

DIVINA COMÉDIA PUB

RUA DA REPÚBLICA, 649 - CIDADE BAIXA

INGRESSOS: 12,00 MASCULINO, 10,00 FEMININO

RESERVAS: 30629424

LOUIS ARMSTRONG - WHEN THE SAINTS GO MARCHING IN
http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAAASFm6GGDoOb3jdOE5K654JxZdE6u21p5CpNukaAyN1Sl8r3uyLfH8m9iN3Fjkmcw6gw5N6fyFKkO3zGBfgtqP4Am1T1UNuJk6BfdwdSvcJ6Du6lDsqSvdG_.jpg
Jefferson Gonçalves

Um dos grandes nomes da gaita brasileira, Jefferson Gonçalves, em entrevista ao blog BR-BLUES.
http://img387.imageshack.us/img387/3899/antoncorbijnmilesdavis4dv3.jpg
Miles Davis
http://www.blogdoanderson.com/v2/wp-content/uploads/2009/12/SOMDATRIBO.jpg

Já está disponível O SOM DA TRIBO deste sábado. Baixe ou ouça diretamente no player.

O Som da Tribo - 10 de abril de 2010.mp3

http://op3cyg.blu.livefilestore.com/y1pS56_BCYKlSOlfrSnbAqZ8r_17bdmxsjTZMEMErd-Noh5rBKqqpIAvdD46E1naOhUZIbH2bVRw9CAY3QqnDmnkFIUjI6Jceft/Blue.jpg
Show beneficente da Distintivo Blue não conseguiu patrocínio.

O show beneficente à AMA - Associação Amiga dos Animais, que seria realizado no dia 17 de abril em Vitória da Conquista-BA pela DISTINTIVO BLUE teve de ser cancelado. Motivo: NENHUMA empresa da cidade se interessou em ajudar seres de outra espécie. Após o São João tentaremos outra vez. Fica aí o registro.

I. Malforea
http://sn109w.snt109.mail.live.com/att/GetAttachment.aspx?tnail=0&messageId=1a98e0d1-4320-11df-af64-002264c17d5e&Aux=4|0|8CCA54404D7AD80||

A Confraria do Blues volta nessa sexta-feira, 09 de abril, trazendo o
indicado ao prêmio açorianos na categoria Blues/Jazz Oly Jr & Os
Tocaios e também a banda de Novo Hamburgo Charque In Blue. Duas bandas
que já fizeram shows memoráveis na Confraria do Blues.

A Charque in Blue, que esse ano comemora três anos de existência, vem
ao palco do Believe antes de darem uma parada nos shows para gravar o
seu primeiro cd. O quinteto fundiu sua sonoridade ao blues somando-se
as mais diferentes vertentes e influências de seus integrantes o que
resulta num show frenético e cheio de energia. A banda aproveitará a
ocasião para mostrar suas novas composições.
A Charque conta com João Gabriel (bateria), André O Paz Perez (baixo e
voz), Daniel Hunger (piano), Tiago Ticas Neumann (guitarra), Rafael
Salib (guitarra e voz). Ouça o som da Charque in Blue em
www.myspace.com/charqueinblue

Oly Jr. um autêntico blueseiro do Delta do Jacuí como ele mesmo se
define começou sua carreira musical em 1998 tocando blues. Depois
começou a incorporar elementos do rock, do folk americano/gaúcho e da
milonga gaúcha, fazendo desses elementos musicais referências diretas
no seu trabalho autoral. Já são 8 discos lançados e uma vasta
experiência nos palcos da vida, trocando idéias e aprendendo com os
artistas que fizeram e ainda fazem a história do cenário musical
local, como Julio Reny, Bebeto Alves, Solon Fishbone e etc. É detentor
de uma mistura musical inusitada, a milonga gaúcha como o blues
americano. Dedicando um disco inteiro com tal concepção, intitulado
"Milonga Blues".
Oly que é indicado em várias categorias na categoria Blues/jazz do
Prêmio Açorianos de Musica 2010 por seu último trabalho vem com sua
banda Oly Jr. & Os Tocaios mostrar como é o blues feito no sul do
Brasil.
Veja mais em: www.myspace.com/olyjr

Ainda teremos a Jam Session da Confraria do Blues, camisetas de blues
e sorteios de dvds.

A Confraria do Blues tem o apoio de:
TOCA DO DISCO, SERRANO AMPS, GUITAR GARAGE, CERVEJAS CORUJA E RADIO
WEB PUTZGRILA.

OUÇA O PROGRAMA DA CONFRARIA DO BLUES NA RADIO PUTZ GRILA:
TODA QUINTA, DAS 19 ÀS 21 HRS NO ENDEREÇO: www.radioputzgrila.com.br

CONFRARIA DO BLUES
OLY JR & OS TOCAIOS E CHARQUE IN BLUE
09 DE ABRIL, SEXTA, 20HRS.
BELIEVE CLUBE DE MUSICOS E APRECIADORES
R. ITABORAÍ, 1185 – JARDIM BOTÃNICO
INGRESSOS NO LOCAL: 15,00
http://static.blogstorage.hi-pi.com/photos/ribeiro.musicblog.com.br/images/gd/1211549793/Robson-Fernandes-como-prometido.jpg
Robson Fernandes Blues Band neste sábado em São Paulo

Depois de praticamente 6 meses sem tocar em São Paulo, A Robson Fernandes Blues Band volta neste Sábado dia 10/04 as 23:00hrs no Palco do Syndikat.
Haverá uma Jam com os guitarristas Diego Martins e Arthur Menezes, entre outros.


Syndikat Jazz Club
Rua Moacir Piza, 64 - Jardins
Reservas - 3086-3037
www.syndikat.com.br
Site:
www.robsonfernandes.com
Robson Fernandes Blues Band
Victor Busquets - Bateria
Renato Limão - Baixo
Danilo Simi - Guitarra
RF - Voz e Gaita




Veja quais são os assuntos do momento no Yahoo! + Buscados: Top 10 - Celebridades - Música - Esportes
Clique Para ampliar! Kings de la Noche tocam no Bourbon Street, em 21 de abril
Peça desconto de 50%!

Diversão garantida. Assim são os shows da Kings de la Noche, uma big band de nove músicos e três vocalistas que converte em números dançantes sucessos do pop, rock, soul, blues e jazz. E a estreia da big band no Bourbon Street será em festa da revista Blues’n’Jazz, em 21 de abril.

Além dos 12 integrantes, outros músicos convidados farão participações neste show especialmente preparado para o Bourbon. O show de abertura será com os Funkalleros, que tocam soul music e groove jazz.

As bandas

Repertório dinâmico, som animado e dançante e presença de palco. Assim é a Kings de la Noche. A big band faz dançar ao som de clássicos de Stevie Wonder, Jorge Benjor, B.B. King e até Kiss e Iron Maiden!

Os Funkalleros têm um repertório dançante e sofisticado, com músicas de Aretha Franklin, Michael Jackson, Curtis Mayfield e outros. O grupo é formado por Alessa (voz), Marcelo D’Angelo e Marcelo Lemos (guitarras), PH Mazilli (baixo) e Carlos Contreras (bateria).

Dia: 21/04 (quarta-feira)
Local: Bourbon Street Music Club
Endereço: R. dos Chanés 127, Moema – São Paulo
Informações: heltonribeiro@terra.com.br ou (11) 5072-2765 / 8555-7702 (Helton Ribeiro - Blues’n’Jazz)
Fone para reservas: (11) 5095-6100 (ATENÇÃO: Estes fones são apenas para reservas de mesas, as funcionárias não estão autorizadas a informar sobre a promoção)
Horário: 21:30
Couvert artístico mediante apresentação do flyer da Blues'n'Jazz ou nome na lista: R$ 19
Couvert artístico normal: R$ 38
http://1.bp.blogspot.com/_Qk3zOCZm0X8/Sol7fX6cSRI/AAAAAAAAAtI/i4_WpBadYOU/S1600-R/RECIFEBLUES.jpg
Rodrigo Morcego e os Irmãos Brothers
Local: Caravelas
Dia/Hora: 07 de Abril/20:30hs
Endereço: Rua do Bom Jesus
Entrada: R$5,00

Black Cat Bone
Local: Bar Banquete
Dia/Hora: 07 de Abril/19:30hs
Endereço: Rua Capitão Lima, En frente à TV Jornal
Entrada: R$2,00

Comando Delta
Local: Bar Novo Pina
Dia/Hora: 08 de Abril/20:30hs
Endereço: Rua da Moeda
Entrada: Não Informado

Midnight Man
Local: Caravelas
Dia/Hora: 09 de Abril/20:00hs
Endereço: Rua do Bom Jesus
Entrada: R$5,00

Rodrigo Morcego e os Irmãos Brothers
Local: Bar Burburinho
Dia/Hora: 09 de Abril/22:00hs
Endereço: Rua Tomazina 106, Recife Antigo
Entrada: R$7,00

Catherine e Contrabanda
Local: Bar Casa da Moeda
Dia/Hora: 11 de Abril/20:00hs
Endereço: Rua da Moeda, Recife Antigo
Entrada: R$3,50

Bruno Cafo e Covidados
Local: Curupira
Dia/Hora: 11 de Abril/16:00hs
Endereço: UFRPE
Entrada: R$3,00

Rodrigo Morcego e os Irmãos Brothers
Local: Caravelas
Dia/Hora: 14 de Abril/20:30hs
Endereço: Rua do Bom Jesus
Entrada: R$5,00

Black Cat Bone
Local: Bar Banquete
Dia/Hora: 14 de Abril/19:30hs
Endereço: Rua Capitão Lima, En frente à TV Jornal
Entrada: R$2,00

Larry McCray e Jefferson Gonçalves
Local: Spirit Music Hall
Dia/Hora: 14 de Abril/21:00hs
Endereço: Rua do Futuro, Espinheiro
Entrada: Não Informado

Art Blakey's Jazz Messengers 1961

A Blue Volt traz uma semana com muito blues.

Na quarta-feira a já tradicional Quarta Blues do Divina Comédia Pub que vem trazendo a banda Hideaway Blues Band capitaneada pelo experiente guitarrista Lappann e na quinta teremos a estréia do projeto mensal Cultural Music Blues sempre com um show de uma grande banda no teatro do instituto Cultural Brasileiro Norte-americano e nessa quinta será a banda Little Boogie que vai mostrar no palco do teatro grandes clássicos do Blues em releituras imperdiveis.

Então se agende e bom show!

PROJETO DIVINA BLUES

07 DE MARÇO, QUARTA, 22HRS

HIDEAWAY BLUES BAND

DIVINA COMÉDIA PUB

RUA DA REPÚBLICA, 649 - CIDADE BAIXA

INGRESSOS: MASCULINO:12,00, FEMININO: 8,00

RESERVAS: 30629424

AMBIENTE CLIMATIZADO E ACEITA-SE TODOS OS CARTÕES DE CRÉDITO

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

CULTURAL MUSIC BLUES

08 DE MARÇO, QUINTA, 20 HRS(EM PONTO)

LITTLE BOOGIE BLUES BAND

INSTITUTO CULTURAL BRASILEIRO NORTE-AMERICANO

R. RIACHUELO, 1257 - CENTRO (ESTACIONAMENTO CONVENIADO EM FRENTE)

INGRESSOS: 15,00

INFORMAÇÕES: 30250060

ACEITAMOS VISA, MASTERCARD E BANRICOMPRAS

http://www.wirz.de/music/arhoolie/grafik/10344.jpg
LIGHTNIN' HOPKINS


Veja quais são os assuntos do momento no Yahoo! + Buscados: Top 10 - Celebridades - Música - Esportes
http://public.blu.livefilestore.com/y1paOH1hX7X1alQDOAfwr19wSOVuno5NUqXAp_rRAqi6aok96EOqVIQ2B7f1m1GJE6M3j9EGEisdHoxIFpaishWWQ/CARTAZ%20SEM%20PATROCINIO.jpg
Show da DISTINTIVO BLUE em prol da AMA - Associação Amiga dos Animais

Data: 17 de abril
Local: Teatro Carlos Jehovah(pça da bandeira em frente ao Mercadão, centro)
Horário: 20:00h
Entrada: R$5,00

Toda a quantia arrecadada será repassada à AMA. No local também haverá posto de arrecadação de doações para a instituição. Podem ser em forma de dinheiro, produtos de limpeza, ração, roupas usadas ou mesmo sua boa vontade e mão de obra para ajudar.

Ajude aqueles que nem mesmo podem pedir ajuda!

Acesse: www.distintivoblue.blogspot.com
Vitória da Conquista-BA
http://3.bp.blogspot.com/_fVy82ZbNPmI/SMu3pjHT4jI/AAAAAAAAB8U/Q6F9k6goB44/s400/somdatribo.jpg
Miguel Côrtes comanda semanalmente O Som da Tribo


BAIXE AQUI o programa deste sábado!

Por Mariana Veloso
http://www.unlimited-editions.co.uk/musicians/images/robert_johnson_1.jpg
Robert Johnson, por David Baillie

Com a proximidade do seu centenário em 2011, o maior nome do blues de todos os tempos, Robert Johnson, será homenageado dia 09 de maio desse ano no tradicional Festival de Primavera no The Chautauqua Park, em Crystal Springs, Mississippi, Estados Unidos.

O festival é o único evento produzido pela Robert Johnson Blues Fundation, organizado e executado pelos descendentes do lendário músico. Outro destaque do festival será o prêmio Gibson 2009 - Robert Johnson Blues Fundation New Generation Award, em que a premiação reconhece os mais promissores jovens músicos de blues do Mississipi.

Claud Johnson, filho do mestre do blues e presidente da Robert Johnson Blues Fundation, e seu filho, Elder Steven Johnson, juntamente com sua família, preservam com orgulho a herança do grande músico. Quando as gravações completas de Johnson foram publicadas em 1990, foi o primeiro álbum de blues na história a vender mais de dois milhões de cópias. "Seu legado é motivo de festa. Ele continua a viver e fornecer inspiração, e isso há de permanecer para as futuras gerações", afirma Steven.

O Delta do Mississipi sempre foi considerado o berço do blues. Descendentes de escravos e quase todos negros, alguns dos maiores nomes do blues, como Muddy Waters, Blind Lemon e B. B. King, nasceram nessa região. Porém, nenhum outro nome tornou-se tão marcante na história do blues como o de Robert Johnson, não apenas pela sua inigualável contribuição à música, mas pelo curioso fato de que sua genialidade sempre esteve relacionada a acontecimentos macabros, mistérios e pactos com o mal.

História

Robert Johnson, supostamente nascido em 1911, era negro, descendente de escravos, e foi criado em uma fazenda de algodão. Por trabalhar no campo desde criança, teve pouca instrução e aprendeu a tocar gaita, seu primeiro instrumento, sem nenhuma ajuda. Já mais velho, fugiu de casa para aprender a tocar violão com Son House, outro grande nome do delta blues.

Logo depois Johnson já deslizava o gargalo de uma garrafa quebrada nas cordas de sua guitarra, cantando composições que retratavam lamentos da vida, rejeição carnal e tortura espiritual. Suas letras falam de amores violentos, como em Ramblin On My Mind, amores perdidos como em Love In Vain e sobre sexo, em letra como Traveling Blues.

Mas foi em letras como Me And The Devil e Hellbound Trail que sustentaram a lenda de um pacto com o diabo e o jovem bluesman. Conta-se que Robert Johnson ficou à espera em uma encruzilhada, com seu violão à mão, em uma noite de lua nova. Quando deu meia noite, o diabo em forma de homem apareceu para afinar o instrumento. A partir daí, todos que ouvem suas músicas são encantados por ela.

Pessoas dizem também que Johnson costumava tocar praticamente de costas para o seu público, para que ninguém visse o olhar do diabo que surgia para auxiliá-lo. Por volta de 1935, vagando entre cidades, o bluesman perambulava entre as cidades dos estados de Tennessee a Arkansas. Johnson gravou apenas 29 músicas em um total de 41 faixas, em duas sessões de gravação em San Antonio, Texas, em novembro de 1936 e em Dallas, Texas, em Junho de 1937. Treze músicas foram gravadas duas vezes e foram editados em dois álbuns, anos depois de o artista falecer. Morreu, acredita-se, no dia 16 de agosto de 1938.

Como toda boa lenda existem diversos rumores para explicar sua morte, porém o mais divulgado é de que um marido ciumento tenha colocado veneno em sua garrafa de bebida, uma vez que Johnson era famoso pela atração que causava nas mulheres.

Ele veio a falecer três dias depois de envenenado, e parte as histórias contam que antes de morrer ele foi visto andando de quatro e uivando como um cachorro no seu quarto de hotel. Lenda ou não, muito já foi dito sobre esse gênio do blues. No filme A Encruzilhada (Crossroads, EUA, 1986) narra-se outra lenda que envolve o nome Johnson e que, até hoje, movem milhares de fãs a percorrem o sul dos EUA. Nele, um jovem tocador de guitarra cai na estrada ao lado de um velho gaitista negro, em busca da última partitura feita por Robert Johnson, em parceria com o próprio diabo, considerado o blues perfeito.

Johnson é freqüentemente citado como "o maior cantor de blues de todos os tempos", ou mesmo como o mais importante músico do século XX, pois o estilo peculiar do Delta Blues e o padrão técnico das gravações de sua época estão muito distantes dos padrões estéticos e técnicos atuais. Suas gravações modificaram o estilo de execução, empregando mais técnica, riffs mais elaborados e maior ênfase no uso das cordas graves para criar um ritmo regular.

O músico e baterista Daniel Oliveria, esclarece que o blues é considerado por muitos um estilo sedutor porque deriva de uma escala musical chamada de pentatônica, composta por 5 notas que permite o músico usar inúmeras variações, obtendo uma sonoridade característica. "Quando usado em uma melodia consegue-se um efeito muito peculiar, pois uma nota é tocada aparentemente fora da harmonia, causando uma espécie de tensão, que em seguida é suavizada com uma nota dentro da harmonia", explica Daniel. Para a engenheira civil e fã de blues desde pequena, Ana Carolina Cordeiro, esta aí o fascínio do blues. "Uma nota vem levemente e te atinge, suave, te preparando para a próxima nota, sólida, firme. Esta é a magia do blues."

Fonte: Na Prática
http://atelierdeideia.files.wordpress.com/2008/12/piano.jpg

Contando com o reconhecimento do público e da crítica especializada em seu país, Dinamarca, o pianista Steen Rasmussen, excelente músico de jazz contemporâneo, agora busca aprofundar pesquisas sobre sua maior paixão: a música brasileira. Após obter êxito e sucesso como músico integrante em diversas formações de jazzistas em seu país, e tendo se apresentado em importantes clubes e festivais do gênero pela Europa e Estados Unidos, chegou o momento de se dedicar, principalmente, à carreira solo. Steen reuniu amigos, sendo todos eles consagrados e requisitados músicos dinamarqueses, e agendou uma visita ao Brasil, onde irá gravar seu futuro CD contando com participações especiais de artistas brasileiros. Juntos, Steen Rasmussen (piano e teclados), Jonas Johansen (bateria), Frederik Damsgaard (contrabaixo acústico), Jacob Andersen (percussão), Fabio Cadore (guitarra e voz) e Marcia Lopes (voz) prometem presentear o público com composições da autoria de Steen e banda, influenciadas pela sua idolatria aos grandes compositores da música brasileira, adicionando um irresistível balanço e pitadas de jazz nórdico à música brasileira. Além das composições próprias, Steen e grupo apresentarão temas inéditos da autoria de jovens compositores brasileiros e surpreendentes arranjos para algumas canções da bossa nova e MPB.


* Sujeito a lotação do auditório - 120 lugares.
** Classificação: livre.

Terça-feira, 6 de abril às 19h30
Pocket Show

Músicos: Steen Rasmussen Quartet
Local: Livraria Cultura Shopping Villa-Lobos - Av. Nações Unidas, 4777 - São Paulo/SP

Seu ingresso para o Show é 1 kg de alimento não perecível!

Hervé Bouhris homenageia os 50 anos do estilo com tributo a seus ídolos.
G1 traz prévia de 'O pequeno livro do rock', que será lançado esta semana.

Amauri Stamboroski Jr. Do G1, em São Paulo

A cantora Amy Winehouse, um dos destaques de 2007, em 'O pequeno livro do rock' , de Hervé Bouhris(Foto: Divulgação)

O livro de capa vermelha é quase quadrado, como um disco de vinil em sete polegadas. O recheio, em vez de um hit no lado A e uma faixa exclusiva no lado B, traz centenas de páginas ilustradas, que narram a história de um dos gêneros musicais mais importantes do século XX.

“O pequeno livro do rock”, que chega às livrarias brasileiras na próxima semana pela editora Conrad, é obra do quadrinista francês Hervé Bouhris, um fanático pelo estilo que escolheu homenagear os mais de 50 anos de história do rock redesenhando meticulosamente capas de discos, promovendo "batalhas entre bandas" e compilando listas pessoais de melhores discos.

“Aos 14 anos, eu comecei a tomar nota dos causos, discografias e informações sobre o rock que encontrava em toneladas de livros, revistas e discos que coleciono. Em 2005, passei a agrupar tudo em livro, como uma colcha de retalhos, mas de forma cronológica”, explica o autor em entrevista por e-mail ao G1.

A HQ começa em 1915, nas origens do rock, e vai até 15 de junho de 2009. Mas no lugar de contar uma história linear e completa, Bouhris prefere destacar de maneira impressionista os seus momentos favoritos da música pop nas últimas décadas.

“Eu já tentei falar de rock através da ficção, mas isso não me satisfaz mais”, diz o quadrinista. “O formato seria originalmente o de um romance, mas discutindo com o meu editor achamos mais lógico fazer no formato [de um vinil de] 45 rotações.”

'O pequeno livro dos Beatles'

Bouhris conta que demorou dois anos para terminar a HQ, apesar de ter começado a fazer suas anotações ainda em 1988.

Fã de quadrinistas como Jack Kirby, René Goscinny e Seth, o autor diz que Raymond Pettibon (ilustrador da capa do disco “Goo”, do Sonic Youth, entre outros) foi uma das suas principais referências na hora de desenhar seu “Pequeno livro do rock”.

Capa de 'Atom heart mother' do Pink Floyd e do primeiro disco do Ramones redesenhadas por Bouhris(Foto: Divulgação)

“No começo o meu traço era muito estilizado, um pouco cartoon, mas depois o desenho tornou-se mais realista. Atualmente estou trabalhando em um projeto parecido, ‘O pequeno livro dos Beatles’, e o meu traço se tornou quase realista, uma metamorfose estranha”, revela.

Uma das causas da mudança no estilo do autor foi a quantidade imensa de capas de álbuns clássicos e outras imagens icônicas do rock, redesenhadas com precisão pelo artista.

Do Brasil à França

Quem observar o livro com atenção vai encontrar algumas boas referências de rock brasileiro, incluindo Mutantes, Sepultura, CSS e até a capa da coletânea de 2006 “The sexual life of savages”, que resgata o pós-punk paulistano dos anos 80.

“Eu adoro música brasileira, de bossa nova a CSS. Sou fascinado por Jobim, que me parece ser tão importante quanto Dylan ou Gainsbourg na França. E eu adoro o movimento tropicalista, Mutantes, Duprat, etc. Também gosto muito do Jorge Ben dos anos 70. Seu país é uma espécie de fantasma para mim, e um grande país por sua música”, diz o quadrinista.

Por outro lado, "O pequeno livro do rock" está lotado de referências ao pop francês, destacando nomes como Serge Gainsbourg, Brigitte Fontaine, Mano Negra, Françoise Hardy e até os eletrônicos mascarados do Daft Punk.

Feliz com a possibilidade de que seu álbum - “o ponto de vista de um pequeno francês sobre a música popular” - aumente o interesse dos roqueiros brasileiros pela produção francesa, Bouris elaborou, a pedido do G1, uma lista com os dez discos essenciais do pop francês. Veja abaixo:

Foto: Editoria de arte G1

(Fonte: Editoria de arte G1)

http://4.bp.blogspot.com/_BU1fNLOFbYo/S4GUW1g1ftI/AAAAAAAAAHg/xKHw-uGy6Lg/S720/Banner+Boa+Noite+Blues.jpg

O programa “Boa Noite Blues” irá ao ar nesta sexta-feira, 02 de abril, às 18:00h, na Rádio Universitária AM 820khz.

Neste programa atenderemos pedidos musicais dos ouvintes, teremos uma entrevista com o Professor de guitarra e músico profissional Lucas Brandão falando sobre o set básico de pedais para um músico de blues iniciante, e muita música.

Este programa foi previamente gravado, devido ao feriado.

Play-list do programa:

- Billie Holiday – Lover Man à LP Lover Man (1958)

- B.B. King & Eric Clapton – Hold down I’m Coming à CD Riding with the King (2000)

- Genival Lacerda & Blue Jeans – Forró Blues à CD Blue Jeans (1996)

- André Christovam – duvido à do LP Mandinga (1990)

- André Christovam – genuíno pedaço do Cristo à do LP Mandinga (1990)

- Captain Beefheart – Dachau Blues à do LP Trout Mask Replica (1969)

- Larry McCrae – Run à do CD Larry McCrae (2009)

- Larry McCrae –Get my blues on à do CD Larry McCrae (2009)

- Leo Barreto – Blues no Jardim à MP3 enviado pelo músico

- Taj Mahal – New Strange Blues à do CD the Natch (1968)

- Mulatu Astatke - Ethio Blues à do CD Mulatu steps Ahead (2010)


Visite o nosso blog: boanoiteblues.blogspot.com

O programa anterior pode ser baixado no link: http://www.mediafire.com/file/kmymyt2mqmm/BoaNoiteBlues_26_mar_2010.mp3